O amor é isso

​Escrito no dia 15/08 às 23:12

Meu dia foi tenso, Facebook. Mais um dia de luta pra manter meu pai alimentado e medicado para evitar ser internado. Meu coração parece que vai arrebentar. O que estou vivendo me faz questionar tudo, motivação para continuar a acordar todos os dias falta. A sensação de medo constante de mais um confronto é intensa e impregna minha mente. Isso é o inferno. Nada nos prepara para ser pai ou mãe, é o que repetem à exaustão os depoimentos dos super pais e mães da minha timeline. Eu digo que nada nos prepara para sermos filhos também, nada nos prepara para cuidar de idosos, nada nos prepara para cuidar de quem cuidou de nós, nada nos prepara para a vida. A vida não tem receita, é um experimentar constante, um errar infinito. Não existem super mães, super pais, super filhos, não existem super seres humanos. Só existe imperfeição. Tudo isso é fabricado, o amor assim ou assado, o super amor. Só existe o amor, que a gente nunca sabe a dimensão certa porque estamos do lado de dentro. Às vezes a gente até acha que não existe, de tão dentro que estamos, de tão afogados, inundados. Ou ainda de tão errada que é a nossa ideia sobre o que é amor de verdade. A gente pensa que o amor é outra coisa, mas o amor é isso. É isso mesmo que está aqui, nada bonito nem romântico. É achar que não estou vivendo minha vida, quando na verdade isso é a minha vida. Sem isso minha vida não é nada ou pelo menos não é inteira. Facebook, você não sabe é de nada. Viver é perigoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s