Cheiro de mato

Quando abro a janela do apartamento bate um cheiro bom de mato, que me faz lembrar da infância. Eu queria voltar e ficar pra sempre parada nesse momento, sem futuro, sem passado, sem presente, sem tempo, sem medo, sem esperança, sem tudo, sem nada. Só a noite, o mato, o vento, eu criança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s